Lições aprendidas!

Lições aprendidas!

Como combinado, nos últimos posts eu abordei um pouco sobre como foi o nosso processo de vinda para o Canadá, nossos erros, nossos acertos e principalmente como a organização nos ajudou e trouxe leveza para este processo de mudança.

No Post de hoje, eu quero reforçar as lições aprendidas! Ou seja, um apresentar resuminho do que foi já foi escrito, para você ter forma sucinta, refrescar na memória e se inspirar, caso ainda não tenha tomada nenhuma decisão 😊.

 

Vamos lá?!

 

Lição 1: [O processo de imigração e a organização – 1ª parte …] Defina seu objetivo e o conduza como um projeto profissional, aquele que você tem meta, prazo e apresenta resultados.

Aqui, estamos falando especialmente no caso de uma mudança / imigração que exige uma série atividades, mas isso vale para tudo na vida!

 

Lição 2: [O processo de imigração e a organização – 1ª parte …] Organize seus documentos de forma lógica e segmentada. Conforme o espaço que você tem disponível, você pode usar arquivos, caixas, pastas, etc.

Documento fácil de ser encontrado é importante a qualquer momento, inclusive para a declaração do Imposto de renda – rsrs. Mas no caso da imigração são exigidos uma série de documentos e é importante ter tudo a mão, para fazer as comprovações devidas com agilidade.

 

Lição 3: [O processo de imigração e a organização – 2ª parte …] Você não precisa esperar uma mudança de casa para fazer um “desapego”. Comece já! Veja tudo o que você tem e analise se de fato você usa, se tem valor para você, se este item merece um lugar na sua casa (não estou falando só de roupas!). Você vai se surpreender!

O tema “desapego” não se esgota nunca e pode ser abordado por vários ângulos!

No caso de uma mudança como essa, quanto menos coisas você tiver para desapegar, mais tranquila será a hora de fazer as malas e de vender as coisas!

 

Lição 4: [O processo de imigração e a organização – 2ª parte …] A Organização te proporciona mais tempo livre – isto você já sabe, né?! Use esse tempo livre para cuidar de você, mas também para estar perto de quem você ama – dos seus pais, dos seus amigos de infância, de adolescência … dos amigos da vida! Muitas vezes, a gente não dá o devido valor, por saber que a pessoa está ali pertinho, mas valorize e intensifique cada momento, mesmo que você não vá mudar de país!

Abrace, beije, aperte, sinta e aproveite cada momento!

 

Lição 5: [Organizando as malas para sua mudança …] De tudo isso o que eu escrevi, o mais importante é você trazer aquilo que tiver vontade e o que seu coração mandar, pois é uma mudança de vida e tudo o que você não precisa é chegar aqui e ficar pensando no que não trouxe! Apenas pondere o quão importante é para você e o quanto de espaço ocupará na sua mala! Afinal, será uma vida nova, então, vale tentar coisas novas no local escolhido, não é mesmo!

Não traga peso, traga memórias e sentimentos!

 

Lição 6: [Chegamos! E agora? …] Priorize o que é mais importante!

O que é importante para mim, pode não ser para você! Portanto, reflita o que é mais importante para você, pensando nos benefícios que você terá!

 

Lição 7: [Chegamos! E agora? …]  Defina os lugares, de acordo com a funcionalidade de cada coisa e de forma que fique prático para você e sua família no dia-a-dia. Siga esse conceito para todo o resto!

Regrinha básica – definir lugares! Todos os objetos têm que ter uma casinha para chamar de sua! E tão importante quanto definir lugares é devolvê-los ao lugar definido! 😉

 

Lição 8: [Chegamos! E agora? …]  Lembre que você está começando uma vida totalmente nova. Por que não começar novos hábitos e revisar seus conceitos?

Mudança é sempre uma ótima oportunidade para a gente renovar, não é mesmo?!

 

O processo de organização é contínuo e sempre pode melhorar! Os primeiros meses são de adaptação – a gente não conhece bem a localidade, os produtos, os hábitos e vai se adequando aos poucos!  É importante fazer com calma, para não gerar uma sobrecarga nos nosso emocional – um passo de cada vez!

 

Com esse texto eu finalizo os posts sobre o nosso processo de mudança para o Canadá!

Espero que você tenha aproveitado o conteúdo, que ele tenha iluminado seus pensamentos e inspirado você a seguir em frente <3 .

 

Um beijo e até o próximo post!

 

Eu costumo dizer que sou hoteleira de formação e organizadora por paixão! Além de organizar, adoro viagens, fotos e estar junto dos amigos – sou aquela que sempre fica responsável por organizar os encontros 🙂 Quero ser a sementinha da organização na sua vida! Saiba mais

A Organização e Eu

A Organização e Eu

Obrigada por sua visita a este Blog! Seja muito bem-vindo! Este é o meu texto “piloto” e ao invés de escrever sobre técnicas, benefícios ou dicas de Organização, eu gostaria de falar sobre mim e a relação que tenho com a Organização, para que você me conheça melhor! Não lembro se fui uma criança muito bagunceira, mas lembro-me que havia uma certa rigidez em casa em relação a coisas fora do lugar, sabe como é – em apartamento pequeno é mais do que necessário dividir e respeitar o espaço alheio. Sempre fui muito cuidadosa com meus materiais de escola, fotos, brinquedos – gostava de encapar os cadernos, minhas fotos sempre foram organizadas cronologicamente em álbuns, minha coleção de papel de carta era separada por tipos de desenhos, entre outras coisas. No colegial, na época de vestibular, fiz um teste vocacional para me ajudar na escolha da carreira e nele constou três informações bem interessantes na parte de aptidões e habilidades: 1) organizar coisas e pessoas; 2) realizar trabalho de deslocamentos e viagens; 3) tem facilidade (ou talento) para ajudar as pessoas. Prestei vestibular para Psicologia e para Turismo – fiquei com a segunda opção e abstrai a informação sobre a aptidão para organizar coisas. Na minha carreira no segmento hoteleiro, trabalhei com organização de eventos e viajei bastante pelo Brasil desenvolvendo diversos tipos de trabalho, como treinamentos e auditorias. Sempre me destaquei por ser organizada e isto me trouxe grandes oportunidades. Nos últimos dez anos trabalhei na área de qualidade e a organização, metodologia e padronização estiveram ainda mais presentes na minha vida. Sempre gostei muito do meu trabalho e fui muito reconhecida por todas as empresas que passei! Em um momento de insatisfação profissional, senti necessidade de me conhecer mais e iniciei sessões de coachingfoi transformador! Durante as sessões consegui resgatar minhas aptidões e habilidades (mesmo sem lembrar do teste vocacional do colégio!). Lembro da Coach me perguntar o que eu gostava de fazer e eu dizer “eu gosto de ajudar as pessoas e de manter as coisas em ordem” – mas era muito vago. Como que por um acaso do destino, eu recebi um folder de divulgação de uma profissional de organização, fui pesquisar o assunto e vi o mundo que existe por trás deste segmento – nem sabia que era uma profissão. Eu me encantei e me encontrei <3 Fiz cursos e comecei a aplicar em casa todas as técnicas aprendidas. Organizando e digitalizando os meus documentos encontrei o teste vocacional e fiquei surpresa com as informações – pensei: “estou no caminho certo, há 20 anos meu teste já dizia que eu gosto de organizar coisas e ajudar pessoas”. E é isso o que eu faço hoje, com muito amor! A Organização, de paixão virou profissão! Por falar em paixão, sou louca por fotos e viagens e sempre que possível, falarei sobre esses temas por aqui. Bom, acho que já deu para você ter uma ideia da minha história, né?! Espero que de alguma forma você tenha se identificado comigo – vou adorar te ter por aqui! Ficarei feliz em ver comentários seus: me conta de você, se você gostou da minha história, o que você quer ver no Blog! Ah, compartilha com seus amigos também ☺ Um beijo carinhoso,
Eu costumo dizer que sou hoteleira de formação e organizadora por paixão! Além de organizar, adoro viagens, fotos e estar junto dos amigos – sou aquela que sempre fica responsável por organizar os encontros 🙂 Quero ser a sementinha da organização na sua vida! Saiba mais